Notícias

  • Criadores de Mato Grosso do Sul se destacam em prêmio nacional de pecuária

  • Data: 06/12/2017
  • Fonte: http://noticiasdapecuaria.com.br/noticia/criadores-de-mato-grosso-do-sul-se-destacam-em-premio-nacional-de-pecuaria
  • Criadores de Mato Grosso do Sul se destacam em prêmio nacional de pecuária
  • Foram agraciadas a Genética Aditiva, empresa de melhoramento genético comandada por Eduardo Folley Coelho; a Sapé Agro, de Eduardo Riedel e a Beef Passion, de Antônio Ricardo Sechis.

    Três criadores de Mato Grosso do Sul fazem parte de uma seleta lista de vencedores da edição 2017 do Prêmio As Melhores da Dinheiro Rural, promovido pela Editora Três, uma homenagem a excelência do agronegócio brasileiro. A cerimônia de premiação aconteceu no dia 27 de novembro, em São Paulo.
     
    Foram agraciadas a Genética Aditiva, empresa de melhoramento genético comandada por Eduardo Folley Coelho; a Sapé Agro, de Eduardo Riedel e a Beef Passion, de Antônio Ricardo Sechis.
     
    A Genética Aditiva, localizada em Campo Grande (MS), conquistou a categoria Genética Nelore. O trabalho teve início há 30 anos, focado no desempenho do melhoramento do gado. Eduardo Coelho ressalta dois pilares em seu trabalho: investimento no uso de touros jovens nas vacas e informações genômicas. O resultado da combinação não poderia ser melhor. Destaque para o touro REM Espião que produziu sêmen aos noves meses de idade, e que atualmente está avaliado em R$ 945 mil.
     
    A Sapé Agro, propriedade localizada em Maracaju (MS), conquistou o Ouro na categoria Fazenda Sustentável. Eduardo Riedel é a terceira geração no campo e, no local ele planta grãos, cria gado de corte e de leite além de possuir um projeto técnico de educação no campo. Após duas décadas de governança o faturamento anual é de R$ 24 milhões.
     
    Já o Antônio Ricardo Sechis, proprietário da Beef Passion, obteve êxito na categoria Marca de Carne. O pecuarista possui criação nos municípios de Alcinópolis e Cassilândia, no Mato Grosso do Sul e confinamento no interior de São Paulo e abate nelore, cruzado com a raça angus e wagyu. Atualmente a marca possui 72 cortes, onde todo o boi é aproveitado. 

    Genética, sustentabilidade e qualidade comprovam o mérito da pecuária sul-mato-grossense para as demais regiões do país.
<< Voltar