Notícias

  • Brasil fecha ano com exportação de carne em alta; receita com bovina cresce 17%

  • Data: 02/01/2018
  • Fonte: http://revistagloborural.globo.com/Noticias/Criacao/Boi/noticia/2018/01/globo-rural-brasil-fecha-ano-com-exportacao-de-carne-em-alta-receita-com-bovina-cresce-17.html
  • Brasil fecha ano com exportação de carne em alta; receita com bovina cresce 17%
  • Os embarques de carne bovina nos 12 meses do ano somaram 1,21 bilhão de toneladas, 12,4% mais que em 2016

    As exportações de carnes in natura do Brasil fecham o ano de 2017 com crescimento. Os embarques de carne bovina nos 12 meses do ano somaram 1,21 bilhão de toneladas, 12,4% mais que as 1,08 bilhão de toneladas de 2016. A receita, de US$ 5,09 bilhões, cresceu 17% ante US$ 4,35 bilhões. Em volume, as vendas de carne de frango in natura ficaram estáveis, em 3,94 milhões toneladas (-0,4%), mas o faturamento registrou alta de 8%, para US$ 6,43 bilhões.

    As exportações de carne suína in natura também foram positivas em receita, com incremento de 9%, para US$ 1,46 bilhão, mas caíram 5,9% em volume, para 590 mil toneladas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

    Considerado apenas o mês de dezembro, os resultados também foram positivos para as carnes bovina e suína em relação a igual mês de 2016. Já os embarques da proteína de frango caíram na mesma base de comparação. Em dezembro, o Brasil exportou 108,6 mil toneladas de carne bovina in natura, 24% mais que as 87,3 mil toneladas de dezembro de 2016, mas 7% menos que as 116,2 mil toneladas de novembro último. A receita somou US$ 466,9 milhões, 28% acima dos US$ 365,9 milhões obtidos em dezembro de 2016, mas 6% abaixo do registrado em novembro. O preço médio recebido pelo produto ficou acima do registrado em dezembro de 2016 (+2,5%) e em linha com novembro passado (+0,8%), em US$ 4.300 por tonelada.

    Os embarques de carne de frango in natura somaram 295,6 toneladas, 10% menos ante dezembro de 2016, quando foram embarcadas 326,8 mil toneladas. Na comparação com novembro, houve queda de 1%. O faturamento atingiu US$ 466,5 milhões, 6% abaixo dos US$ 498,6 milhões de mesmo período de 2016 e 5% inferior à receita de novembro. O preço médio da tonelada embarcada, de US$ 1.578, superou em 3,4% o de dezembro de 2016, mas ficou 4,6% abaixo do de novembro último.

    As vendas externas de carne suína in natura totalizaram 43,9 mil toneladas, 2% a mais que as 43 mil toneladas embarcadas em dezembro de 2016, mas 4% abaixo do embarcado em novembro. A receita somou US$ 101,9 milhões, alta de 4% ante os US$ 97,7 milhões registrados no mesmo período de 2016, mas queda de 8% ante o registrado em novembro. No mês passado, o preço médio da tonelada ficou em US$ 2.320,30, 2,2% acima de dezembro de 2016, mas 4% abaixo do registrado em novembro.

<< Voltar